terça-feira, 25 de abril de 2017

Guarda Civil e Policia Civil Mandado de busca e apreenção.

BOCÃO     10:12     0
Guarda Civil e Policia Civil Mandado de busca e apreensão.


Operação da Promotoria que cumpriu alguns mandados de prisão.

Foram realizadas 8 mandados de busca e apreensão, realizado 11 prisões, dois veículos apreendidos, grande quantidade de entorpecentes e três armas apreendidas, um revólver 38 e duas pistolas 9mm.

Parabéns a todos que participaram.

domingo, 23 de abril de 2017

Guarda Municipal apreende 800 porções de drogas em Jundiaí

BOCÃO     19:14     0
Centenas de porções de drogas foram apreendidas em terreno baldio (Foto: Guarda Municipal de Jundiaí/Divulgação)
Guarda Municipal de Jundiaí (SP) apreendeu centenas de porções de drogas em um terreno
 baldio na Vila Esperança neste sábado (22). Uma denúncia informou que indivíduos faziam 
o tráfico de entorpecentes no conjunto habitacional do bairro.
As equipes do Canil e Apoio Tático foram até o local e, com ajuda dos cães, encontraram 
252 porções de cocaína, 198 papelotes de maconha e 350 tubetes de crack no terreno. 
Os suspeitos fugiram e não foram localizados. A droga foi apreendida e levada ao plantão policial.
Na última sexta-feira (21), quase meio quilo de drogas foi encontrado no mesmo bairro. 
Um jovem de 21 anos foi preso em flagrante por tráfico de entorpecentes e recolhido até o Centro
de Triagem de Campo Limpo Paulista (SP).
FONTE: g1.globo.com

sábado, 22 de abril de 2017

GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE ILHÉUS FAZ APREENSÃO DE ASSALTANTE NO CENTRO DA CIDADE

BOCÃO     19:00     0
O assaltante identificado como Jeferson Soares de Oliveira foi detido pela Guarda Civil Municipal, no centro da cidade de Ilhéus depois de ter praticado vários assaltos a mão armada.
O elemento foi alvejado por alguém não identificado e partiu em fuga em direção ao anexo das secretarias da prefeitura da cidade, com arma em punho. Um dos agentes da Guarda Civil, notou que uma multidão de pessoas corria para fugir do assaltante, nesse momento o Policial da Guarda Civil ordenou em voz alta, que o bandido deitasse no chão, soltasse e se afastasse da arma e o mesmo obedeceu.

Foi feita a apreensão do bandido, e com ele uma quantia em dinheiro e um revolver calibre 38 também foi apreendido.


A população tentou linchar o mala, mas a situação logo foi controlada e o mesmo conduzido para o hospital regional onde permanece vivo, para logo logo voltar pra prisão.


FONTE: http://bahiaenoticias.blogspot.com.br/2017/04/guarda-municipal-diz-que-agente-nao-foi.html

domingo, 8 de janeiro de 2017

Policial Civil é ameaçado de morte por traficante em Ilhéus e recebe prazo pra deixar residencia

BOCÃO     21:54     0
A paz e tranquilidade na Av. Princesa Isabel e ruas circunvizinhas, a exemplo do Alto da Cascalheira, foi trocada pela angústia e medo. O tráfico de drogas tomou conta da localidade, compelindo toque de recolher, e nem a polícia intimida mais a violência praticada pelas facções criminosas.
Desencadeados por uma guerra entre o PCC e o Raio A – pelo comércio de ilícitos na localidade, os tiroteios já se tornaram constantes.
Neste sábado (07), o investigador da Polícia Civil e vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia – SINDPOC, Eustácio Lopes de Oliveira Filho, foi ameaçado de morte por Alexander Silva Rios, vulgo Léo Cyclone, chefe do tráfico de drogas do alto da Cascalheira.
Segundo o investigador da polícia em depoimento na DP, as ameaças são devido a sua residência ficar na mesma Rua que Léo residente, e sua presença vem atrapalhando o comércio ilícito de entorpecentes na localidade. Léo Ciclone afirmou que caso o policial não se mude com a família, vai invadir a residência com sua quadrilha e executar todos.
Léo tem varias passagem pela polícia por tráfico de drogas, porte de arma ilegal, e roubo a mão armada.
Vale lembrar que em 2012, o policial militar Alessandro Lima dos Santos foi executado a tiros por dois homens na mesma localidade. 

Fonte: Blogagravo

“Cidade Segura” une prefeitura e Estado

BOCÃO     09:47     0
07/01/17 - Encaminhado por Daniel Almeida: A Prefeitura de São Paulo e o Governo Estadual articularam no início da noite desta sexta-feira (6) a primeira ação do programa “Cidade Segura”. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) apoiou a ação com 12 guinchos, deixando um em cada local e outros dois no apoio.

A medida tem o objetivo de identificar motoristas que estejam alcoolizados, além de veículos roubados, sem a documentação em dia ou que não estejam em condições de trafegar.
Fonte/imagem: Secretário de Segurança Urbana

“O nosso objetivo é tornar São Paulo mais segura, com essa ação integrada entre o Governo do Estado e a Prefeitura, para melhorar os procedimentos em ações articuladas e conjuntas para atender a população”, afirmou o prefeito João Doria.

Viatura de Ronda Disciplinar Oficial GCM em apoio a operação

A cada semana, ações semelhantes serão realizadas em diferentes pontos da cidade e em dias e horários alternados. “Será uma operação rotineira, esta que era uma operação derivada da Operação Direção Segura, que o Governo do Estado realizava envolvendo a Secretaria de Segurança Pública e o Detran, e nós passamos a contar com o apoio imprescindível da CET, que é quem coordena o trânsito na capital”, disse o secretário estadual da Segurança Pública, Mágino Alves.

O anúncio foi feito na Avenida Jorge João Saad, na zona sul com o efetivo de 92 homens. Ao mesmo tempo, outras blitze eram realizadas no Parque da Juventude (zona norte), Avenida Atlântica (zona sul) e na Marginal Tietê. Outros 12 pontos serão montados ao longo da madrugada. No total, são mais de 300 pessoas envolvidas na operação.

O “Cidade Segura” conta com equipes da SSP, com as polícias Militar e Civil. Além dos guinchos da CET, a Prefeitura irá integrar as equipes de apoio, com a Guarda Civil Metropolitana (GCM) e a estrutura da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT). Fonte: Prefeitura de São Paulo.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Guarda Municipal de São José SC, elege primeira comandante mulher da corporação

BOCÃO     20:48     0

Pela primeira vez na história da Guarda Municipal de São José SC.  Uma mulher foi eleita como a comandante da corporação. Com 1.62 metros de altura e 52 quilos, morena de cabelos longos e um sorrisão aberto, Priscila Godinho, 28 anos, desde 4 de janeiro está coordenando o trabalho de 120 guardas municipais. 

Na Guarda Municipal desde os 19 anos, a nova comandante nunca demonstrou medo do trabalho. Foi a mais votada na eleição para o cargo, primeira desde a criação da Guarda em 2004, e mesmo pequeninha e aparentemente frágil e sensível, Priscila é a prova de que aparência ou gênero não fazem diferença quando se tem força de vontade. 

Já nos primeiros dias de trabalho, a comandante planilhou todos os guardas disponíveis e quer deixar a maior parte deles na rua, fazendo rondas escolares, blitz e orientação de trânsito. Também diz que reforçou o serviço de transporte social, uma ambulância que desloca pacientes estáveis e carentes até os hospitais e clínicas de São José sem nenhum custo. A capacidade é para cinco a seis pacientes por dia e o agendamento por ser feito pelo telefone 153.

O que a Guarda Municipal pode e deve fazer- utilizar armas de fogo nas ocorrências quando for preciso;

- multar motoristas infratores;

- prender em flagrante e encaminhar à delegacia pessoas que estejam cometendo algum delito, seja no trânsito, contra ao patrimônio ou População;

- fiscalizar o trânsito com blitz e rondas diárias;

- realizar ronda escolar, preservando a segurança dos estudantes na entrada e saída das escolas;

- contribuir com a organização do trânsito em eventos e datas especiais nas quais ruas a avenidas precisam ser fechadas;

- contribuir com assistência social e defesa civil em situações como: vendavais e enchentes;

- assegurar a integridade do patrimônio público. 

ENTREVISTA COM A NOVA COMANDANTE:

história da nova comandante

Infância: Nasci em Gravataí, tenho 28 anos, sou filha de Eliete, funcionária do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, e de Adão, caminhoneiro autônomo. Tenho três irmãos, Patrícia,15 anos, Raíssa, 7 anos e Cauã 3 anos.Com um ano de idade meus pais se mudaram para Sombrio, no Sul do Estado.

Preferências: Em 2001, quando estava com 16 anos, minha mãe foi transferida para o Fórum de São José e eu e minha irmã viemos juntas com ela. Na escola (ainda em Sombrio), sempre fui organizadora da gincana, capitã do time de futebol, criadora das coreografias, essas coisas. Sempre gostei muito de dançar, participando de concursos e grupos de dança. Agora apenas faço aulas na academia e também musculação, gosto muito de lutas. Já pratiquei por muitos anos a capoeira e, por menos tempo, o taekwondo. Essas me ensinaram muito sobre o respeito ao próximo, a lidar com situações que fogem do seu controle, com estresse, a superar limites, e principalmente, a nunca dizer "eu não consigo" e sim, "eu vou tentar".

Estudos: Terminado o ensino médio em São José iniciei alguns cursinhos preparatórios para concurso, aconselhada por minha mãe. Em 2004, quando a Guarda Municipal de São José foi criada, ela ficou sabendo do concurso público e acabou me inscrevendo. Eu sequer sabia o que era uma Guarda Municipal. Após ler o edital e a lei de criação comecei a me interessar e me empenhei em estudar. Quando recebi a notícia da aprovação na prova intelectual fiquei muito feliz, e então, comecei os preparativos para a prova médica e física. Fui aprovada em todos os testes e em 27 de agosto de 2004 fui nomeada, iniciando o curso de formação para os 80 agentes aprovados (30% eram mulheres).

Treinamento: Este curso foi muito intenso, com aproximadamente 12 horas de aula por dia, por cinco meses, com diversos assuntos, entre eles, a legislação de trânsito, direitos humanos, primeiros socorros, moral e ética, armamento e tiro, defesa pessoal, direção veicular, identificação veicular, combate a incêndio, abordagem a pessoa, defesa civil, entre outros. Após a conclusão do curso tive certeza que a área de segurança era a carreira que eu gostaria de seguir. 

A agente de 19 anos: Na guarda desempenhei funções em diversos setores. Inicialmente na ronda do trânsito e do patrimônio. Mais tarde comecei as funções na central de rádios, local onde o agente faz a triagem das ocorrências que chegam pelo telefone 153 e gerencia as viaturas em serviço. 

Em 2010 desenvolvi um projeto de ronda patrimonial e passei a aplicá-lo com outro agente e em 2012 fui nomeada inspetora da ronda escolar e coloquei o projeto em prática com um grupo maior. 

Participei ativamente da primeira greve da guarda municipal e por ter este perfil assumi a presidência de nossa associação em 2008.

O noivado: Meu noivo também é Guarda Municipal. Entramos juntos em 2004, mas somente em 2007 passamos a nos interessar um pelo outro. Planejamos casamento e filhos após terminarmos a faculdade de direito em 2015. No trabalho nós separamos muito bem os papéis e não deixamos o sentimento intervir. Evitamos trabalhar na mesma equipe. 

A posse: No dia 28 de dezembro foi realizada a eleição, onde todos os guardas municipais puderam votar e serem votados. Tivemos 79 eleitores e quatro candidatos mais votados, eu fiquei em primeiro lugar com 25 votos.

Ao chegar ao gabinete da prefeita, recebi a notícia de que eu seria a nova comandante. Ela me deu carta branca para administrar a guarda com uma única solicitação "fazer um ótimo atendimento à população." 

Postura: Acredito que competência não se defina por gênero, e sim por capacidade. O fato de eu ser mulher não trará nenhum problema. Desempenharei minhas funções com seriedade e da melhor maneira possível, afinal, eu escolhi esta profissão e a amo demais. 

O BLOG:  GUARDA MUNICIPAL/ POLICIA MUNICIPAL deseja muitas felicidades a nossa companheira de farda, que Deus ilumine os seus passos.

Tecnologia do Blogger.

E-mail Newsletter

Sign up now to receive updates from us.

Publicidade

Advertise

Gm Noticias

Facebook Profile

Seguidores

Curta Nosso Server

© 2014 GM NOTICIAS. Designed by Bloggertheme9 | Published By Gooyaabi Templates.
Proudly Powered by Blogger.